26/04/2019

Marrone crítica novos cantores de sertanejo "tudo o mesmo timbre"

Marrone crítica novos cantores sertanejos , em entrevista ao portal G1 


Há 25, éramos dois sonhadores tendo a oportunidade de gravar LP. E era muito difícil. Já tínhamos quase 10 anos cantando em bar e as gravadoras eram muito restritas. Quando começamos a gravar, foi muito bom. Era emocionante a gente se ouvir no rádio”, disse Bruno

“Hoje, se não ouvirmos alguma coisa na rádio, tem alguma coisa errada." O cantor não está exagerando. Além de “Beijo de Varanda”, desde julho de 2018 entre as mais ouvidas das rádios, eles emplacaram “Surto de Amor”. A música está no “Studio Bar – Live”, álbum recém-lançado que celebra os 25 anos do primeiro álbum.

Em seguida, o cantor disparou e explicou: “Essa geração do sertanejo dos últimos 10 anos está cantando tudo igual, tudo o mesmo timbre, o mesmo papo, a mesma melodia. A gente quis mudar, fazer algo diferente. É uma valsa. Arriscando e graças a Deus o resultado foi excelente”.

O sertanejo também comentou as duplas atuais que mais gosta: Zé Neto e Cristiano e George Henrique e Rodrigo: “Um já está estourado e o outro está a um passo para acontecer”. Bruno explicou o que falta para a dupla ganhar o Brasil: “Falta a música. E ela vem só quando Deus permite”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário