13/05/2019

Bolsonaro diz que o indicará ao STF,para a vaga de Celso de Mello

A próxima saída prevista na Corte é a do decano Celso de Mello, que em novembro de 2020 completará 75 anos, idade para aposentadoria obrigatória.

No domingo, presidente revelou ter feito compromisso de indicar o nome do ministro da Justiça para a ‘primeira vaga’ que for aberta no Supremo.

Durante a conversa, Bolsonaro relembrou que fez “um compromisso” com Moro, pois ele “abriu mão de 22 anos de magistratura” para assumir o ministério em seu governo. “Eu falei: ‘A primeira vaga que tiver lá [no STF], está à sua disposição'”. Durante passagem por Lisboa, em Portugal, no mês passado, Moro disse que uma eventual indicação para o STF “seria como ganhar na loteria”.

Apesar da necessidade de Moro passar por uma sabatina no Senado antes de assumir um possível cargo de ministro no STF, Bolsonaro acredita que não lhe falta “competência”. “Vou honrar esse compromisso e ele será um grande aliado, não do governo, mas do povo brasileiro. Se Deus quiser nós cumpriremos esse compromisso”, ponderou.

Além de Celso de Mello, o ministro Marco Aurélio Mello se aposentará em julho de 2021, abrindo assim outra vaga no Supremo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário