27/05/2019

Estudante do Mackenzie é expulso novamente por vídeo racista

Pedro Baleotti causou indignação nas redes sociais após publicar vídeo no qual ameaçava "matar a negraiada" e pessoas "com camisas vermelhas"

Após uma disputa judicial, a Universidade Presbiteriana Mackenzie em São Paulo decidiu expulsar novamente o estudante Pedro Baleotti, que gravou um vídeo durante as eleições de 2018 dizendo que a “negraiada vai morrer”. Ele virou réu por racismo e foi demitido do escritório de advocacia onde trabalhava.

A assessoria de imprensa do Mackenzie confirmou que, após novo processo administrativo instaurado na Corregedoria, Baleotti foi desligado da instituição em portaria publicada pela Reitoria em abril de 2019. Procurada pelo G1 neste sábado (25), a defesa do estudante afirmou que não vai se manifestar sobre a decisão.


Após o caso ganhar repercussão no ano passado, o Mackenzie já havia decidido expulsar Baleotti. No entanto, o estudante questionou o processo e a Justiça suspendeu o desligamento afirmando que a faculdade não cumpriu as normas para a formação do Conselho Universitário.

Nesta sexta-feira (22), o Coletivo Negro Afromack divulgou uma nota comemorando a decisão. O grupo de estudantes foi responsável por organizar manifestações para pressionar a faculdade a tomar providências.

Na gravação que gerou seu desligamento do Mackenzie, Pedro ameaça “matar a negraiada” vestindo uma camiseta do então candidato à presidência da República Jair Messias Bolsonaro – o representante do PSL foi eleito com 55% dos votos. “Indo votar ao som de Zezé [di Camargo e Luciano, dupla sertaneja], armado com faca, pistola, o diabo, louco para ver um vadio vagabundo com camiseta vermelha e já matar logo. Ó, tá vendo essa negraiada (virando a câmera em direção à uma moto parada no farol), vai morrer, vai morrer, é capitão, caralho!”, defendeu durante o vídeo.


A nova expulsão de Pedro foi compartilhada nas redes sociais pelo Coletivo Negro AfroMack nesta sexta-feira (24/5). “É com um profundo sentimento de alívio que o Coletivo Negro Afromack informa que Pedro Baleotti, estudante do curso de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie está oficialmente expulso da instituição”, sustenta a publicação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário