15/11/2019

Homem se mata após ser chamado de "Corno" ao vivo no SBT

Marcão do Povo é o mesmo apresentador que chamou Ludmilla de macaca'

Um homem foi encontrado morto em Londrina (PR) horas após ser ridicularizado durante exibição do telejornal “Primeiro Impacto”, do SBT na última terça-feira, 12. A morte dele é tratada como suicídio. As informações são do colunista Mauricio Stycer, do UOL.

Antes de ser encontrado morto, a vítima apareceu no noticiário do SBT pendurado a um fio. Ele disse que queria morrer e, segundo o apresentador Marcão do Povo, o gesto extremo ocorreu após a descobrir ter sido traído pela mulher.

Durante a exibição da reportagem, o apresentador pediu uma música à produção e fez piada com a tentativa de suicídio. “Desça dai seu corno, desça dai / Desça dai chifrudo o que é que há? / Você ganhou foi gaia não foi asas pra voar”, dizia a letra da canção.

“Você ganhou um par de chifres, não foi asas para voar. Você não é o único corno do Brasil, fique tranquilo. Chifre é que nem consórcio: a qualquer momento você é contemplado”, disse o apresentador Marcão do Povo.

O SBT não quis se pronunciar. O advogado de Marcão do Povo, Rannieri Cavalcanti Lopes, disse à coluna de Maurício Stycer no Uol que “não houve qualquer incitação ao suicídio na matéria”, apenas “uma brincadeira normal que o Marcos faz sempre no programa”.

Um inquérito policial foi instaurado para investigar o caso.Ainda muito abalada com a morte e sob efeito de medicamentos, a viúva, Simone do Nascimento Soares, quer que o SBT se desculpe publicamente no mesmo espaço onde o marido foi ridicularizado ao vivo. Ela não fala em processar a emissora, mas diz que não desistiu da própria vida por causa do filho do casal, de dois anos.

Um comentário: