sexta-feira, 8 de maio de 2020

JUIZ VOLTA ATRÁS, MARISA LETÍCIA TINHA R$ 26 MIL E NÃO R$ 256 MILHÕES

Juiz admite erro ao colocar ‘R$ 256 milhões’ em inventário de Marisa Letícia; o valor era R$ 26 mil

O juiz Carlos Henrique André Lisbôa, 1ª Vara da Família e das Sucessões de São Bernardo do Campo, corrigiu seu erro no inventário da ex-primeira dama Marisa Letícia. Lisbôa registrou, nesta quinta-feira (7), que o valor dos CDBs da ex-primeira dama eram de R$ 26 mil e não de R$ 256 milhões, como havia registrado antes.

“O inventariante se manifestou por meio da petição de fls. 573/576 e juntou o extrato de fls. 577/584. Restou demonstrado que o investimento que a falecida possuía no Banco Bradesco tem saldo líquido de R$26.282,74 (fls. 578) e que ele não é regulamentado pelos contratos acostados a fs. 394/427 e 428/468. A questão, portanto, está devidamente esclarecida”, escreveu o juiz.

A fake news nas redes, propagada pelo deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e pela secretária nacional de Cultura, Regina Duarte.

Apesar da correção, o magistrado não se retratou a respeito do constrangimento à família de Marisa, esposa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O assunto causou polêmica e prejuízos à imagem dos familiares.