domingo, 28 de junho de 2020

YOUTUBE CORTA ANÚNCIOS DO CANAL DE SARA WINTER

Sara Winter tem anúncios cortados pelo YouTube

A extremista Sara Geromini, apoiadora do presidente Jair Bolsonaro, se revoltou após ter perdido a monetização de seu canal no YouTube, depois ter sido presa durante dez dias pelo inquérito que apura a realização e o financiamento de atos antidemocráticos.

Em entrevista para jornalistas, a bolsonarista afirmou que estava “aprendendo a ganhar dinheiro” com a plataforma e que receberia cerca de US 1.800 (cerca de R$ 9,8 mil) pelo conteúdo produzido em maio. O canal de sara rendia de 10 a 15 mil por mês .